3 equipamentos de demolição para a Indústria da Construção

3 equipamentos de demolição para a Indústria da Construção

A demolição é utilizada na Construção Civil para diversas finalidades como nas reformas em imóveis ou até mesmo na completa derrubada de empreendimentos. Apesar de parecer uma ação simples, essa atividade exige diversos cuidados durante toda a sua execução, uma vez que pode oferecer riscos aos trabalhadores e ao sucesso do procedimento.

Antes de escolher qual equipamento é o ideal para o tipo de demolição, é necessário analisar a planta do local e saber qual é o material da superfície a ser demolida: se é de madeira, concreto, se possui vigas de aço, encanamentos e fiação. Após fazer toda essa avaliação, escolhe-se a melhor metodologia para a demolição. Confira abaixo três tipos de equipamentos mais utilizados nessa atividade!

Marreta - A boa e velha marreta é uma das ferramentas mais comuns na demolição de paredes. Com quase nenhum risco de segurança para o trabalhador, ela é usada de forma manual e sem custos. Existem também marretas do tipo pneumático, que funcionam com ar comprimido (como uma furadeira), ou a hidráulica, que é operada como se fosse uma britadeira.

Apesar de ser um equipamento simples, a marreta exige força humana e um prévio conhecimento do operador sobre a superfície que irá derrubar, uma vez que a demolição incorreta pode ocasionar na ruptura da estrutura e causar acidentes graves.

Martelo demolidor - Com uma operacionalidade similar ao da marreta, esse equipamento é mais ágil e mais eficaz na demolição de paredes. Em uma escala menor, o martelo demolidor se assemelha a uma britadeira e utiliza um sistema elétrico pneumático para perfurar a superfície e derrubá-la. Esse também é um equipamento mais seguro e confortável para o operador, uma vez que ele absorve o impacto da demolição e reduz a necessidade de força durante seu manuseio.

Cortador de concreto - Esse equipamento oferece uma maior agilidade na demolição de grandes superfícies de concreto, mas não é capaz de realizar toda a tarefa e requer outros instrumentos para finalizar o serviço (como os já citados acima). Sua principal diferença dos demais é que o cortador “serra” a parede antes de quebrá-la, o que torna o trabalho de demolição mais eficiente e mais rápido. Por ser de um porte maior, o cortador de concreto exige uma capacitação do seu operador, uma vez que oferece riscos tanto para os trabalhadores quanto para a estrutura a ser demolida.

Deseja conhecer quais são os equipamentos e novas tecnologias que favorecem a demolição segura e eficaz? Participe da Smart.Con, o congresso mais qualificado para a Indústria da Construção na América Latina. Com painéis e exposições de soluções em engenharia de infraestrutura, o evento reunirá os principais players do mercado para discutir o futuro do setor.